Entre em contato com um de nossos especialistas!

Perícia de acidente: como funciona essa avaliação de colisões?

Perícia de acidente pode ser algo inevitável em algumas situações. Afinal, todos os motoristas estão sujeitos a se envolverem em acidentes de trânsito, infelizmente. Precisa esclarecer algumas dúvidas sobre a perícia de acidente? Chegou ao post certo!

Para entender no que consiste uma perícia de acidente é preciso fazer uma pequena divisão.

Existem dois tipos de perícia de acidente de trânsito: a primeira delas é uma perícia de acidente de trânsito realizada para fins particulares, enquanto a segunda possibilidade só ocorre em discussões judiciais.

Contudo, nas duas situações a perícia de acidente de trânsito avalia, dentre outros detalhes, as circunstâncias em que o acidente ocorreu e quais são os danos causados pela colisão.

Nesse sentido, via de regra, a perícia de acidente é uma opinião neutra e imparcial sobre o incidente. 

O profissional responsável pela perícia de acidente garante um parecer técnico de alta confiabilidade.

Entretanto, é comum que a perícia de acidente contratada elabore um laudo conclusivo que favoreça ou não prejudique tanto a pessoa que o contratou. Logo, é comum que essa perícia de acidente seja necessária também no judiciário.

A diferença da perícia de acidente judicial, em comparação a perícia de acidente de trânsito particular é justamente quem a solicita. 

Isso porque, a perícia de acidente de trânsito judicial, por óbvio, só ocorre com a determinação de um juiz.

Ficou interessado em descobrir mais sobre esse assunto e sanar suas dúvidas? Então continue acompanhando o nosso conteúdo!

  • Conheça mais um pouco sobre as perícias de acidentes de trânsito
  • O valor de uma perícia judicial depende do perito?
  • O que mais pode influenciar no valor de perícia judicial?
  • Conheça outros detalhes sobre o valor de perícia judicial
  •  Dúvidas sobre o custo e contratação de um perito?

Conheça mais um pouco sobre as perícias de acidentes de trânsito

O profissional incumbido de realizar a perícia de acidente de trânsito para processos judiciais é um indivíduo de confiança do juiz que o nomeou, circunstância que oferece maior confiabilidade do laudo que será apresentado.

O ponto de convergência para os dois tipos de perícia de acidente é o objetivo que a realização de uma perícia de acidente possui para a elaboração de um posterior laudo pericial.

Para conhecermos o valor de uma perícia judicial, é necessário conhecer esses pontos semelhantes a todos os tipos de perícia de acidente. 

Isto é, entender quais são as informações corridas e apresentadas após a perícia de acidente.

Aliás, em alguns casos, a perícia de acidente de trânsito e os critérios para sua realização podem influenciar o valor de uma perícia judicial. 

Com isso, observe como funciona a perícia de acidente de trânsito:

  • Avaliação mecânica, elétrica e estética de todos os veículos envolvidos na colisão;
  • Eventual visita ao local do acidente para averiguação dos fatos;
  • Confrontamento dos dados técnicos e das provas colhidas durante a perícia de acidente.

As atividades que envolvem a perícia de acidente, citadas acima, são determinantes para definir os culpados e, por consequência, apresentar quem deve acabar com os danos materiais.

Mas é importante lembrar que esse tipo de resolução é mais comum na perícia de acidente de trânsito determinada por um juiz, uma vez que dificilmente as partes envolvidas compõem um acordo voluntário e extrajudicial. 

Com essa informação é possível que você esteja curioso sobre o valor de uma perícia judicial, não é mesmo?

Vamos avaliar cada uma das circunstâncias que podem influenciar no valor de uma perícia judicial. Assim, é mais fácil compreender qual é o valor de perícia judicial médio para maioria das discussões judiciais.

O valor de uma perícia judicial depende do perito?

Assim como qualquer outra prestação de serviço, o valor de uma perícia judicial pode apresentar diferenças de acordo com o profissional. 

Ou seja, em algumas perícias judiciais cabe ao perito definir o valor de uma perícia judicial.

A definição de valor de uma perícia judicial feita pelo profissional, ocorre somente quando o perito é contratado por uma das partes. 

Nesses casos, o perito tem a responsabilidade de atuar como assistente na perícia acidente de trânsito.

É isso mesmo! Em algumas perícias judiciais o profissional contratado irá atuar como assistente técnico do perito responsável. 

Por isso, o valor de uma perícia judicial pode variar de acordo com o profissional selecionado.

O profissional responsável, embora seja perito de trânsito, é um terceiro sem qualquer vínculo com as partes. 

Isso significa que um perito de trânsito particular não é permitido?

Durante a produção do laudo pericial de trânsito as partes poderão contratar um perito de trânsito particular

No entanto, somente para exercer a função de assistente técnico, apenas para avaliar se o laudo pericial de trânsito será formulado corretamente.

Durante a perícia, por exemplo, cada perito de trânsito particular poderá acompanhar as atividades do perito judicial visando a fiscalização. 

Então essa é a única função do perito de trânsito particular?

É muito comum que o perito de trânsito particular seja representante de cada um dos envolvidos no acidente e apresente quesitos que irão pautar a realização da perícia, bem como do laudo pericial de trânsito.

Ou seja, para que o perito judicial entregue o laudo pericial de trânsito completo, além das suas evidências e convicções, é necessário que ele responda todos os questionamentos do perito de trânsito particular.

Além disso, o perito de trânsito particular de cada uma das partes também desempenha um papel fundamental no momento em que o laudo pericial de trânsito é anexado ao processo judicial.

Isso porque, quando o perito judicial apresenta o laudo pericial de trânsito, cada um dos peritos particulares, atuando como assistentes técnico, poderão manifestar desacordo ou concordância com o laudo pericial de trânsito.

O que mais pode influenciar no valor de perícia judicial?

As perícias judiciais são determinadas pelo juiz titular da ação, como já foi explicado. Essa função de autoridade também lhe outorga a possibilidade de definir qual o valor de uma perícia judicial.

Quando um conflito de interesses é levado ao poder judiciário e após os trâmites necessários seja identificada a necessidade de perícia acidente de trânsito, cabe ao juiz determinar de ofício o valor de perícia judicial.

Mas é justo que o juiz ponha qual o valor de uma perícia judicial? 

A resposta é sim! 

Isso porque, o valor de perícia judicial não é pago imediatamente. Nesses casos, valor de perícia judicial é pago pela parte sucumbente.

Em outras palavras, quando o valor de uma perícia judicial é atribuído pelo juiz, a parte perdedora na perícia acidente de trânsito e na ação como um todo é obrigada a realizar o pagamento dos honorários do perito.

Conheça outros detalhes sobre o valor de perícia judicial

A perícia acidente de trânsito particular, bem como as perícias judiciais também podem ter outros critérios para determinação do valor de perícia ou do valor de perícia judicial.

Isso porque, em alguns casos de perícias judiciais ou perícia acidente de trânsito, o método de cobrança do perito é diferente. O valor de perícia judicial em determinadas situações é definido pelas horas trabalhadas. 

É comum também que o valor de perícia judicial seja atribuído com base no valor da causa, definida na distribuição da ação judicial.

Dúvidas sobre o custo e contratação de um perito?

Você passou por um acidente de trânsito? Então conheça a nossa empresa, Cleber, o perito

Se por acaso tiver que gerar evidências em que as partes tenham princípios discordantes no acidente, a recomendação é que você faça o uso dos serviços de um perito especializado como o que oferecemos aqui.

Portanto, não perca tempo e entre em contato conosco pelo e-mail cleber@cleberoperito.com.br ou preencha o formulário abaixo e nossa equipe especializada entrará em contato.



  • Rio de Janeiro
  • São Gonçalo
  • Duque de Caxias
  • Nova Iguaçu
  • Niterói
  • Belford Roxo
  • São João de Meriti
  • Campos dos Goytacazes
  • Petrópolis
  • Volta Redonda
  • Magé
  • Itaboraí
  • Mesquita
  • Nova Friburgo
  • Barra Mansa
  • Macaé
  • Cabo Frio
  • Nilópolis
  • Teresópolis
  • Resende